Midia impressa ou digital

Como escolher entre mídia impressa ou digital hoje em dia?

Já percebeu que hoje existem várias formas de fazer a comunicação da sua empresa? Há a opção de utilizar sites, redes sociais e emails, que são mídias digitais. E também podemos usar mídias offline, como os jornais e a divulgação na Rádio ou TV. Mas na prática, como escolher entre mídia impressa ou digital?

O mundo das mídias digitais é popular entre a nova geração de usuários que já nasceram na época da conectividade. Hoje, a geração mais jovem usa a internet para obter todas as informações, já que sua fonte de pesquisa é apenas a internet.

Em comparação, as gerações anteriores ainda usam jornais e revistas, que é a maneira antiga de obter informações.

Mas afinal, quais serão os fatores decisivos para escolher os seus meios de divulgação?

Em resumo, já posso adiantar que um não exclui o outro. Mas dependendo da estratégia, algum deles, seja a mídia impressa ou digital, pode trazer mais resultados. O importante é fazer a escolha que será mais efetiva.

Então confira agora todos os detalhes e dicas que vão ajudar você a entender qual escolha fazer! 

4 perguntas para responder antes de escolher entre mídia impressa ou digital

Na prática, para escolher entre mídia impressa ou digital, é fundamental conhecer todas as respostas para perguntas relacionadas ao seu público-alvo. Mas não só isso! É importante saber também como seus produtos ou soluções podem chegar até esse público.

Agora você vai conhecer qual é essa lista de 4 perguntas que ajudarão a indicar o melhor caminho para sua estratégia de uso de mídia.

1. Para quem você está oferecendo?

Quem é o seu público? Essa é uma pergunta que todo e qualquer negócio precisa responder. É através dela que todas as estratégias de divulgação serão traçadas, assim como:

  • Orçamento necessário;
  • Tipo de conteúdo para produzir;
  • Frequência de divulgação.

E quando falamos de saber quais as características do público, é importante lembrar que é preciso conhecer cada detalhe!

Não basta só saber que o ideal é atingir pessoas do sexo feminino, de 30 a 40 anos de idade. Isso na verdade não quer dizer nada hoje em dia.

É preciso saber a rotina do seu público, como no exemplo a seguir:

Luana, 31 anos, casada e mãe de um filho. Acorda sempre por volta das 07hs para ter tempo de organizar tudo antes de chegar no trabalho às 09hs. Durante o café da manhã, sempre olha o feed do Instagram e do LinkedIn. À noite, tenta acompanhar o Jornal Nacional antes de assistir a sua novela favorita.

Percebe o nível de detalhamento diferenciado nesse caso? Isso acontece porque não estamos mais tratando do público-alvo, e sim da Persona do seu negócio.

A Persona é a representação de um indivíduo que representa as características de um perfil ideal de cliente do seu negócio. Fazer essa definição será essencial no momento de entender se vale mais investir em mídia impressa, digital ou em ambos.

2. Em que espaços vai conseguir se comunicar com o seu público?

Um ponto importante no exemplo da Luana foi saber mais sobre as mídias que ela utiliza e acompanha diariamente. Essa visão ajuda a entender em quais espaços você terá mais resultados.

Então será que sabe responder se o seu público é fascinado por Instagram? Ou a rede social favorita deles é o Twitter?

Ter essa certeza passa por fazer um processo de pesquisa qualificado, analisando seus dados e entrevistando o público. Apesar de ser uma ação que demanda um certo custo, vale muito a pena contar com essas etapas.

3. Onde o seu público está localizado?

Um outro fator que poucas pessoas costumam levar em consideração na hora de escolher entre mídia impressa ou digital é a localização. Sim, isso mesmo, em qual lugar o seu público vive, seja uma cidade, bairro ou até mesmo condomínio.

Essa informação ajuda a identificar vários pontos como:

  • Tipo de acesso às formas de comunicação;
  • Qualidade dos veículos de comunicação;
  • Velocidade de acesso à internet;

Acha que esses não são fatores importantes para a sua escolha? Mas para um minuto e pensa: o que acontece se a velocidade de internet de um lugar não tem um nível bom, principalmente as de telefonia móvel? As pessoas não vão acessar as páginas de redes sociais tanto quanto outras regiões que possuem a vantagem da ótima conectividade.

Já para lugares onde as mídias impressas, como jornais e revistas, não possuem credibilidade, a melhor maneira é recorrer ao ambiente online. 

Percebe que em cada situação há uma escolha diferente para fazer?

4. O que você está oferecendo?

O seu produto ou serviço também vai impactar na hora de definir como escolher entre mídia impressa ou digital.

Afinal de contas, dependendo da sua utilização e autoridade no mercado, é possível escolher um modelo de comunicação ou não. Ser mais divertido e descontraído ou implementar um tom mais sério vai ser uma decisão essencial.

Diferenças entre os tipos de comunicação

Capacidade de disseminação

O conteúdo online de alta qualidade geralmente é compartilhado pelo público. E essa simples ação nas redes sociais pode criar uma reação em cadeia poderosa.

Imagine se seus panfletos fossem divulgados instantaneamente por milhões de consumidores. Esse é uma ação possível apenas com o uso da mídia digital. Já no tipo de mídia impressa offline, essa não é uma prática possível.

Interação do público

A principal fraqueza do uso da mídia impressa é que, comparado ao digital, há pouca interação entre esse meio e o acesso do consumidor ao produto em si.

Gerar a interação, principalmente no ambiente digital, é uma ótima maneira de fornecer informações ao público de que sua marca ou produto existe, mas que cabe a eles fazer o possível para encontrar o produto e interagir com ele.

Espero que todos os pontos desse conteúdo ajudem você a entender todas as decisões importantes e as informações mais relevantes para saber escolher entre mídia impressa ou digital.

Mas se já sabe tudo que vai precisar a partir da demanda da sua empresa, fala comigo agora mesmo que vou conseguir te ajudar 😉

compartilhe :)

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp